Reconhecimento

A engrenagem das leis automáticas na Criação é para o espírito humano como uma correia em movimento que o transporta sem interrupção, na qual, no entanto, cada um que não souber se manter em equilíbrio, poderá escorregar, tropeçar e cair. Manter o equilíbrio é neste caso o mesmo que não perturbar a harmonia da Criação, observando as leis primordiais da Criação.


Embora já tenha declarado que um ser humano nunca poderá realmente ver Deus, porque a sua espécie não possui absolutamente a capacidade para isso, mesmo assim ele traz em si o dom para reconhecer Deus em Suas obras.

Isso não se dá, porém, da noite para o dia, nem lhe é dado durante o sono, pelo contrário, custa sério esforço, grande e forte vontade, sendo imprescindível também a pureza.

A vós, criaturas humanas, é dado o insaciável anseio pelo reconhecimento de Deus; está incutido em vós para que não possais encontrar sossego algum nas vossas peregrinações através da Criação posterior, que vos são permitidas realizar com a finalidade de vosso desenvolvimento, a fim de que, tornando-vos conscientes, aprendais, cheios de gratidão, a usufruir as bênçãos que os Universos encerram e vos oferecem.

Se encontrásseis sossego em vós durante essas peregrinações, esse sossego vos traria então como consequência a paralisação, que encerra para vosso espírito enfraquecimento, decadência e por fim também a inevitável desintegração, uma vez que assim não obedece à lei primordial do movimento necessário. Contudo, a engrenagem das leis automáticas na Criação é para o espírito humano como uma correia em movimento que o transporta sem interrupção, na qual, no entanto, cada um que não souber se manter em equilíbrio, poderá escorregar, tropeçar e cair.

Manter o equilíbrio é neste caso o mesmo que não perturbar a harmonia da Criação, observando as leis primordiais da Criação. Aquele que tropeça e cai, aquele que não sabe manter-se aí de pé, será arrastado, pois por sua causa a engrenagem não parará um segundo sequer. O arrastamento, porém, fere. E para poder tornar a levantar-se, esforços aumentados serão então necessários, e maiores ainda para a recuperação do respetivo equilíbrio. Com o constante movimento do ambiente, isso não é tão fácil. Se não conseguir, o ser humano será lançado para fora da rota, para o meio das rodas da engrenagem e aí triturado.

Por isso sede gratas, ó criaturas humanas, que o anseio pelo reconhecimento de Deus não vos dê sossego em vossas peregrinações. Dessa forma escapais, sem o saberdes, de múltiplos perigos na engrenagem universal. Não compreendestes, porém, o anseio que existe dentro de vós, também o torcestes, fazendo dele apenas uma inquietação inferior.


leia mais sobre o tema em... O reconhecimento de Deus - volume III

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo