Nascimento

Os seres humanos não sabem o que fazem, quando dizem que existe uma grande injustiça na maneira pela qual se dá a distribuição dos nascimentos!


O nascimento terreno constitui sempre apenas o início de uma fase importante da existência inteira de uma criatura humana, mas não seu começo propriamente dito.

O ser humano como tal, iniciando sua peregrinação pela Criação, encontra-se livre, sem os fios do destino, que só depois, através de sua vontade, se estendem dele para o mundo de matéria fina, pela força de atração da igual espécie, tornando-se cada vez mais fortes durante o percurso e cruzando-se com outros, entremeando-se e vindo a agir retroativamente sobre o autor, com o qual continuaram ligados, de maneira a trazer consigo destino ou carma.

Os efeitos de fios em retorno simultâneo misturam-se entre si, pelo que as cores, originalmente pronunciadas de modo nítido, recebem outras tonalidades, produzindo novos quadros combinados. (*)


Leia mais sobre o tema … O mistério do nascimento – Volume II

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo